Agosto 2021 | Banco Bmg

Campanha de Segurança | Dicas para tornar seu celular mais seguro

Tempo de leitura: 3 minutos

De acordo com a 31ª Pesquisa Anual do FGVcia, o Brasil tem 234 milhões de dispositivos digitais em uso (2020). Considerando a quantidade de smartphone (celulares inteligentes), o relatório aponta que o país permanece com mais de 1 aparelho por habitante. 


Entendendo o crescimento do acesso às tecnologias é sempre importante considerar as medidas necessárias para tornar seu smartphone mais protegido contra violações de segurança. Confira as principais dicas de segurança que separamos pra você se proteger:

  • - Evite anotar qualquer senha ou dica de senha no próprio aparelho celular, seja no bloco de notas, e-mail, whatsapp ou outro aplicativo;
  •  
  • - Retire aplicativos e gadgets da tela de bloqueio que podem ser acessados sem desbloquear o telefone;
  •  
  • - Retire assistentes virtuais por voz da tela de bloqueio;
  •  
  • - Desabilite a função de ver prévia de mensagem na tela de bloqueio;
  •  
  • - Habilite bloqueios individuais em aplicativos bancários, Whatsapp e quaisquer outros com a função (exigem senha ou digital para serem excluídos ou acessados);
  •  
  • - Acione a Autenticação Multifator (MFA) nos seus dispositivos. Basta baixar um aplicativo do tipo "Authenticator" e adicionar os aplicativos à lista;
  •  
  • - Use senhas fortes e troque-as com frequência;
  •  
  • - Em caso de roubo ou furto do dispositivo, acesse rapidamente sua conta pelo computador (Google, iCloud, Samsung Account), desconecte-as do smartphone e troque as senhas;
  •  
  • - Anote em local seguro o IMEI do seu celular. Essa informação está na caixa, na nota fiscal e dentro do sistema. Com ele, você liga para a operadora e bloqueia o aparelho caso seja roubado;
  •  
  • - Evite salvar contatos com referências muito claras, principalmente como "mãe", "pai", "filho", "casa", "amor";
  •  
  • - Evite usar o telefone na rua, tenha atenção em transportes públicos. Os criminosos se aproveitam da distração da vítima para roubar o celular durante o uso por já estar desbloqueado, facilitando a fraude;
  •  
  • - Evite a permissão de acesso aos dados do telefone via USB com o aparelho bloqueado;
  • Coloque PIN no chip do celular;
  •  
  • - No iPhone, habilite a função "tempo de uso" e defina o tempo máximo de uso diário dos aplicativos.
  •  
  • - Configure uma senha para abrir os aplicativos caso ultrapasse esse tempo;
  •  
  • - Adicione um número de celular de outro aparelho nas configurações para recuperar acesso, ou crie uma chave criptográfica;
  •  
  • - Não deixe o seu cartão de crédito salvo nos apps de pagamento.
  •  

Para mais dicas como essas, fique por dentro da nossa Campanha de Segurança:

- Falso comunicado de empréstimo
- Links no WhatsApp
- Fraude Eletrônica
- Senhas e Tokens
- Fraude dos boletos