Outubro 2020 | Educação Financeira

4 dicas para fugir do pesadelo do endividamento

Tempo de leitura: 2 minutos

Algumas situações na vida financeira podem ser mais assustadoras que o Halloween e nos perseguir por muito tempo. Uma delas, sem dúvida, é o endividamento. 

Atualmente, o Brasil registra cerca de 4,6 milhões de endividados, segundo dados do Banco Central (BC) e, sem mudança de hábito, esses números tendem a crescer. Por isso, confira dicas para fugir do pesadelo do endividamento:

Tenha uma vida financeira organizada

Conheça o fluxo do seu dinheiro, quanto entra (salário, bônus, renda extra e outros) e quanto sai (contas da casa, compras e lazer). Faça um controle desses gastos em uma planilha ou caderno, da maneira que você se sentir mais confortável. Dessa forma, você saberá exatamente para onde está indo o seu dinheiro e não tomará nenhum susto no fim do mês.

Respeite o seu orçamento

Não existe magia que faça o nosso orçamento aumentar de uma hora para outra. Por isso, é muito importante que você mantenha os seus gastos dentro do limite que cabe no seu bolso e se perceber que está ficando apertado, o melhor caminho é rever gastos ou procurar ganhar uma renda extra.

Pague as contas em dia

Uma ótima forma de fugir do pesadelo do endividamento é pagando as contas em dia. Existem contas que têm o valor fixo todos os meses, e também aquelas em que o valor não sofre muita variação. Assim, você consegue saber quase com precisão o quanto precisa reservar para aquelas contas e pagá-las até a data do vencimento.

Não parcele a fatura do cartão de crédito

Não gaste mais do que você pode pagar no fim do mês em seu cartão de crédito, pois se você precisar dividir a fatura, as parcelas voltarão para te assombrar, deixando a situação ainda mais assustadora e pior: com juros! 

Sabemos o quanto pode ser assustador se deparar com uma dívida. Mas se isso acontecer, não se desespere. Existem maneiras de contornar a situação, seja fazendo uma boa negociação em plataformas online, solicitando um empréstimo com taxas mais baixas ou então, dando uma reorganizada nas suas contas e pendências. O importante é manter a calma e agir com racionalidade.