Dezembro 2020 | Educação Financeira

Novos hábitos para ter a conta positiva o ano todo

Tempo de leitura: 2 minutos

Sem dúvidas, 2020 foi um ano bastante turbulento em diversos sentidos. Com a chegada da pandemia de Covid-19, a vida financeira de milhões de brasileiros foi profundamente afetada pela crise e pelo desemprego, ampliando o número de endividados no país.

Para 2021, novas projeções estão sendo realizadas, embora existam incertezas. Portanto, planejar o orçamento e procurar mudar os hábitos financeiros é uma ótima decisão. Veja por onde começar: 

Livre-se da anuidade do cartão

Pode até passar despercebido no decorrer do mês, mas a anuidade do cartão de crédito está levando parte do seu dinheiro embora. A taxa cobrada para utilização do cartão por algumas instituições chegam a comprometer até R$200 por ano!

Para economizar esse valor é hora de livrar-se da anuidade ligando na central e pedindo o cancelamento da cobrança ou optando por um cartão originalmente sem anuidade. 

Bloqueie seus cartões provisoriamente

Ao identificar que sua fatura do cartão de crédito está ficando alta, bloquear os cartões ativos é uma ótima ação. 

Essa é uma ação simples e temporária, realizada e revertida rapidamente pelo app do seu banco, sendo uma forma sutil de controlar as finanças, inibindo compras por impulso e gastos desnecessários.

Habilite um bom plano de cashback

Para ter a conta positiva o ano todo, conte com um cartão com um bom plano de cashback. Assim, ao fazer uso desse recurso, você terá parte do dinheiro devolvido em sua conta bancária.

Na conta digital do Bmg é possível habilitar o Volta Pra Mim, programa de cashback que devolve parte do dinheiro gasto em todas as transações, na função crédito e na função débito. 

Planeje-se antes de comprar

Uma mudança de hábito essencial em 2021 é planejar o teto de gastos antes de realizar compras. Evite a ideia de que o total do seu limite do cartão é realmente o quanto você pode gastar.

Avalie sua saúde financeira e estabeleça um valor que seja possível consumir mas, ainda assim, manter as finanças em dia. 

Defina uma meta financeira

Todo mundo tem o desejo de poupar dinheiro. Mas para colocar essa ideia em prática, é preciso definir um objetivo claro.

Somente assim será possível mensurar o seu progresso e, até mesmo, rejeitar gastos que podem comprometer o alcance desse alvo. A meta pode ser criar uma reserva de emergência, investir pela primeira vez, fazer uma viagem, e outros.