Dezembro 2021 | Open Banking

Banco Central inicia 3ª fase do Open Banking

Tempo de leitura: 3 minutos

 

O Open Banking, Open Finance ou Sistema Financeiro Aberto, já está em sua terceira fase de implementação pelo Banco Central. Com ele, os dados de clientes dos bancos são padronizados e compartilhados entre as instituições para que os serviços oferecidos por essas empresas consigam atender melhor às demandas das pessoas.

Assim, o Banco Central, que estabeleceu quatro fases para a implementação do sistema, já iniciou sua penúltima. 

Open Banking: como funciona a terceira etapa?

 

As duas primeiras fases do Open Banking no Brasil focaram, respectivamente, no compartilhamento dos dados somente entre as próprias instituições financeiras e das informações dos clientes sobre serviços bancários, como contas e cartões de crédito.

Dessa forma, em outubro de 2021 entrou em vigor a terceira parte, com o objetivo de trazer praticidade, inovação e segurança nas transações financeiras dos clientes de bancos e instituições.

Com ela, foram integrados os pagamentos por meio do Pix, em aplicativos de varejistas e redes sociais, por exemplo, para melhorar compras online.

Sobre a terceira fase, ainda vale salientar que as instituições financeiras que serão iniciadoras de pagamento vão poder trocar informações dos clientes, de forma totalmente segura, mas neste momento, estão em homologação com o Banco Central.

Além disso, com a terceira fase, os clientes obtêm vantagens como:

  • - Pessoas que utilizam chaves Pix cadastradas, podem realizar pagamentos em lojas virtuais com a própria chave, que pode ser seu CPF, o número do celular, o e-mail ou um código aleatório de letras e números;

  • - Há mais praticidade nas transações, pois quando a chave é confirmada pelo banco ao qual a pessoa é cliente, a autorização do débito e a efetivação do pagamento são feitas de maneira rápida;

  • - A pessoa também tem muito mais facilidade nos depósitos, pois pode salvar seus dados no site que vai utilizar e fazer outros pagamentos, sem precisar ficar escaneando o QRCode toda vez;

  • - O cliente poderá receber diversas ofertas de créditos, empréstimos ou financiamentos de instituições diferentes e escolher a que considerar melhor. Porém, essa novidade só está prevista para março de 2022.


Entretanto, é preciso da autorização dos usuários para que esses dados sejam trocados entre os bancos, para que tudo seja feito com muita transparência e segurança.


Quando será a última etapa?

 

A quarta e última fase da instalação do Open Banking, também chamada de Open Finance, deverá ocorrer no mês de março, permitindo que a troca das informações seja sobre câmbio, seguros, credenciamento, investimento, entre outros produtos financeiros.

Tudo será integrado em uma única plataforma, chamada de API, com o objetivo de que as empresas criem produtos e serviços que sejam mais atrativos para seus clientes e com melhores preços. Já está preparado para se beneficiar desse sistema? 

banner-open-banking-botao.png